Comida Japonesa

21 de junho de 2014

Comida-japonesa1

Comida japonesa virou uma febre no Brasil. Vista como uma culinária saudável e aliada à boa forma, possui algumas armadilhas, principalmente devido aos pratos modificados e incluídos nos restaurantes brasileiros. Minha amiga e nutricionista Bárbara Martins elaborou um post, com todas as vantagens e desvantagens desta culinária que conquistou nosso país, para que você saiba escolher as opções mais saudáveis.

A partir de agora, texto da Babi:

“Decifrando a comida japonesa: suas vantagens e desvantagens para você saborear sem culpa.

As  algas, presentes, principalmente nos sushis e temakis, são vegetais marinhos excelentes fontes de iodo e vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B6, B12) que são importantes reguladores da serotonina (hormônio neurotransmissor que nos confere a sensação de prazer e bem-estar). Um estudo recente da Universidade de Newscastle, na Grã-Bretanha, provou que elas são capazes de reduzir a absorção de gordura pelo organismo.

Gengibre possui efeito bactericida. Fortalece o sistema de defesa do organismo e possui ação antiinflamatória.

O salmão é fonte de ômega 3, excelente antioxidante e previne doenças cardiovasculares. Porém tem um elevado valor calórico e por isso deve ser consumido com moderação. Prefira outros peixes, como o atum ou peixe branco, que são tão saborosos quanto o salmão e menos calórico!

No restaurante, prefira os pratos à la carte, já que no rodízio é bem mais fácil extrapolar nas porções.

Outra dica é moderar o consumo do shoyo, o tempero tradicional japonês, que contém açúcar e sódio. O açúcar está em vários molhos tradicionais da culinária japonesa é o grande responsável pelo aumento das calorias no prato, assim pessoas que desejam emagrecer ou simplesmente manter o peso devem consumir moderadamente a comida japonesa. Diabéticos devem ter cuidado redobrado, pois além da presença de açúcar em vários molhos, o arroz é muito presente nessa culinária. Não podemos esquecer também o sódio que ingerido em excesso auxilia na retenção de líquidos e aumento da pressão arterial. Além de ter também glutamato monossódico (realçador de sabor) que em grandes quantidades está associado a doenças como Mal de Alzheimer e Mal de Parkinson.

DICA: Colocar uma pedra de gelo no potinho do molho shoyo, com objetivo para diluir e não perder o sabor que o molho agrega a comida japonesa.

Umeboshi, tsukemono, shoyu, missô, molhos prontos, alimentos embutidos, enlatados, industrializados. Contêm elevadas quantidades de sal e produtos artificiais, por isso, não devem ser consumidos com exagero.

Cuidado!! Alguns peixes, dentre eles o salmão, são hospedeiros intermediários de um verme parasita semelhante a Taenia solium. Esse parasita causa uma infecção denominada difilobotríase, com sintomas que vão desde distensão e cólicas abdominais a diarreias e anemia grave. Além do risco de contaminação por esse parasita, as carnes cruas são alimentos de alto grau de contaminação por bactérias, quase todas associadas às condições higiênico-sanitárias dos estabelecimentos e de seus manipuladores. Assim, a melhor forma para evitar intoxicação alimentar ou parasitose é escolher estabelecimentos que sigam as normas da ANVISA. Comida japonesa só em restaurante confiável.

comidajaponesa2

Sushi
2 unidades
Salmão: 85,54 kcal
Atum: 47,56 kcal
Camarão: 70,40 kcal
Skin: 54,48 kcal

Sashimi
5 unidades
Salmão: 126,60 kcal
Atum: 87,60 kcal
Tilápia: 36,90 kcal

Temaki
Salmão: 189,98 kcal
Atum: 157,48 kcal
Camarão: 190,46 kcal
Kani: 107,41 kcal
Califórnia: 113,11 kcal

Uramaki
8 unidades
Califórnia: 203,74 kcal
Skin: 200,10 kcal
Atum: 239,15 kcal

Yakissoba: 819,83 kcal

Tempurá: 703,01 kcal

E agora? Já conseguem escolher um prato mais saudável na culinária japonesa??”

barbaramartins_assinatura

Facebook Page: BMNutri

Bom apetite!

E aí, gostaram do post? Comentem aí! Para sugestões, só escrever no FALE COMIGO.

Beijocas,

Thaíssa & Bárbara

21

  1. Layres disse:

    Nossa como tem armadilhas a comida japonesa! A minha surpresa deve ser pq eu como bem pouco. Mas de vez em quando eu dou uma jacada no sobá. Vc conhece ou já comeu? O sobá é feito com macarrão caseiro, omelete em tirinhas, carne bovina ou suina ou frango frito, caldo, muita cebolinha, shoyu, gengibre. Acredito que seja uma comida pouco conhecida pq só conheci o sobá quando morei em Campo Grande-MS, mas vale a pena provar.
    Bjos :)

    1. Thaíssa Carvalho disse:

      Esse prato que você falou se chama Yakisoba.Ele é de origem chinesa mas também é consumido na culinária japonesa e é realmente muito tradicional na sua terra! rs Chamam de sobá porque é o nome do macarrão usado para o prato! Eu amo! beijocas, Tha.

  2. Jessica disse:

    Essa diversidade de matérias que me encanta no seu blog 😉 Sim, eu amava comida japonesa e não tinha problema nenhum com a digestão dos alimentos até que, fui a um restaurante aqui em minha cidade (salvador), na barra, e umas 2h depois comecei a sentir muita dor no estômago.. Passei muito mal durante a noite! O que me surpreendeu foi que eu já tinha ido ao japonês inúmeras vezes, em diferentes locais e isso nunca tinha acontecido. Agora lendo seu post acho que pode ter sido má conservação de algum dos frutos do mar. Até porque eu tenho gastrite, o que torna meu estômago maiss sensível. Foi bom o alerta pois cuatei a associar o passar à comida japonesa poia tinha em mente que se não passei mal outras vezes não iria passar naquele dia… Enfim, adorei esse post também! :p a cada leitura uma novidade e fico mais encantada com vc Thata

  3. Sophia Brito disse:

    adorei o post.armadilhas na culinaria japonesa.thaissa gostaria de saber quando vc volta as telinha!!!to com xaudades

  4. Erica disse:

    Muito interessante! Adorei.

  5. anamaria- disse:

    Parabens, amei essa materia.quero mais!

  6. Silvia Taborda disse:

    Em Campo Grande temos o sobá e o Yakissoba, que vai legumes, segue o link sobre o nosso sobá: http://vilaclub.vilamulher.com.br/blog/outros/soba-9-3587392-152659-pfi-sibelebindewald.html

  7. Telma Rosenir disse:

    Sobá e Yakissoba são pratos diferentes.

  8. gircia carvalho de fraca e silva disse:

    gostaria de aprender fazer comida japonesa
    estou cursando gastronomia ainda nao passei para esse periodo da
    culinaria japonesa.