Detox: Corpo em Equilíbrio

23 de julho de 2014

detox1

Olá, fofuras! Tudo bem?

O post de hoje, preparado pela minha amiga nutricionista Bárbara Martins, é sobre alimentos ácidos e básicos e a importância de ter um PH (índice que mede a acidez, alcalinidade ou neutralidade) sanguíneo equilibrado. É a base das “dietas detox” que tanto ouvimos por aí. Uma dieta “detox” serve para restaurar o equilíbrio do organismo, através da eliminação de toxinas que vão se acumulando pela má alimentação, medicamentos, conservantes, entre outros.

Você pode manter equilibrado o PH sanguíneo com a alimentação adequada. Além do bom funcionamento das células, irá te ajudar emagrecer e desintoxicar.

O organismo funciona melhor em um pH levemente alcalino (entre 7,3 e 7,4). A base para esse objetivo é uma alimentação rica em frutas, verduras e hortaliças. A orientação é aumentar a quantidade de alimentos alcalinos e fazer as proporções corretas, pois os alimentos ácidos também devem estar presentes, mas em quantidades menores. A proporção sugerida é 70% alcalinos e 30% ácidos.

É muito importante ter uma alimentação que equilibre o pH sanguíneo. Manter o organismo levemente alcalino (entre 7,3 e 7,4) facilita as funções celulares. Nessa faixa, a absorção de nutrientes e a liberação de toxinas é mais eficiente (por isso os alimentos alcalinos são priorizados nas “dietas detox”). Essas toxinas aumentam a produção de células cancerígenas e têm relação com a osteoporose, pois, no meio ácido, o corpo não consegue absorver o cálcio para os ossos.

A longo prazo, o excesso de carga ácida no sangue contribui para desequilíbrios orgânicos como consequências, osteoporose (citada acima), úlceras, problemas de pele, dano cardiovascular, ganho excessivo de peso (desregulação do apetite, depósito de gorduras e redução da liberação do hormônio da saciedade.), exaustão. enxaqueca, caibras, perda de massa muscular, produção de radicais livres, retenção de líquidos, entre outros.

Em algumas situações, como estresse, envelhecimento, poluição e alimentação incorreta, é possível que a produção de ácidos aumente e coloque em risco o equilíbrio do pH sanguíneo (ácido). Nesses casos, o organismo ativa alguns mecanismos regulatórios, como por exemplo, o “sequestro” do cálcio dos ossos para a corrente sanguínea, com objetivo de alcalinizar nosso organismo. Assim, ocorre a diminuição da concentração de cálcio nos ossos, podendo levar a osteoporese.

Por exemplo, a Coca-Cola tem um pH entre o 2,0 e 3,0. Por isso, os efeitos de uma dieta constituída por carne, produtos lácteos, bebidas gaseificadas, álcool, etc., são os de provocar uma rápida utilização das nossas reservas alcalinas. Se o organismo está constantemente utilizando o cálcio para eliminar os ácidos que consumimos, então futuramente surgirão os sintomas da osteoporose (estudos científicos comprovam e associam o consumo de bebidas gaseificadas à ocorrência da osteoporose).

___EQUILIBRE SUA ALIMENTAÇÃO___

A proposta é aumentar o consumo de alimentos ricos em minerais alcalinos (magnésio, potássio, cálcio e sódio) como: óleo de peixe, chá verde, grãos integrais, vegetais e amêndoas, inhame, lentilha, melão, brócolis, repolho, maçã, mamão, frutas cítricas e secas, folhas verdes, legumes, raízes, azeite de oliva, milho verde, abobrinha, quiabo e chuchu cru e de bebidas saudáveis que não contenham cafeína ou açúcar, como suco de vegetal fresco, água de limão, chá de ervas, caldo de legumes, água, entre outros e evitar os alimentos ricos em ácidos como refrigerantes(incluindo água com gás e água tônica), café, chá-preto, açúcar, adoçantes, amendoim, grãos ricos em amido (trigo, massas), farinhas brancas, todos os produtos processados, lácteos e chocolate.

___pH DOS ALIMENTOS___

Alimentos ácidos:

pH 3 (muito ácido): Água com gás, refrigerante, energético, álcool, fritura, sal, açúcar refinado, enlatados e embutidos, cigarro, alimentos com gorduras, alimentos industrializados (diet e light também)
pH 4: Leite e derivados, carne de porco, chá preto, chocolate, adoçante.
pH 5: Carne vermelha, café, farinha branca, bolos, biscoitos, pizza
pH 6 (quase neutro): Ovo, peixe, frango, feijão, leite de soja, cereais integrais.
pH 7 (neutro): Água mineral

Alimentos alcalinos:

Frutas em geral, verduras, hortaliças, oleaginosas, azeite.

O pH de um alimento não está relacionado ao seu sabor, uma fruta ácida como o abacaxi ou limão por exemplo, pode ajudar o organismo a liberar componentes alcalinos.

Achei essa tabela em inglês, mas dá para compreender pelos desenhos um pouco mais.

PH

Espero que tenham gostado. Para sugestões, só escrever no FALE COMIGO.

barbaramartins_assinatura

Facebook Page: BM Nutri

Para maiores informações, procure um nutricionista. Um profissional vai adequar a dieta as suas necessidades.

Beijocas,

Thaíssa & Bárbara.

18

  1. Daniele disse:

    Ameiii a materia muito bem explicada!! Parabéns pelo blog ta lindoooo!

    1. Thaíssa Carvalho disse:

      Oba, que legal! Obrigada! Beijocas, Tha.

  2. Lídia disse:

    Bom dia Tha, amei o post de hoje, tirou muitas dúvidas que tinha sobre esse assunto, tenho aprendido muito sobre muita coisa aqui com você, quero te agradecer pelo carinho que você sempre tem conosco, e agradecer a Deus por ter colocado essa fofura de pessoal que você é na minha vida. Deus te abençoe grandemente sua linda. Bjkas da sua fã número 3.

    1. Thaíssa Carvalho disse:

      Omg, que linda! Fico muito feliz mesmo. Faço tudo com muito carinho. Deus te abençoe também e volte sempre por aqui. Beijocas, Tha.

  3. cintia paz disse:

    olá tha amei o post ….to querendo muda minha alimentação,pq to acima do peso… as dicas são ótimas …. me da mais força na minha decisão de melhora minha vida alimenta.. obrigada …. bjss

    1. Thaíssa Carvalho disse:

      Sim, é determinação mesmo e força de vontade! Você consegue! E eu estarei aqui ajudando como puder. Beijocas, Tha.

  4. Emile disse:

    Bom dia!
    Poderia nos passar algumas receitas de sucos detox? E qual a melhor maneira de toma-los?

    1. Thaíssa Carvalho disse:

      Vou providenciar isso! Obrigada pela sugestão. Beijocas, Tha.

  5. Layres disse:

    Oi Tha!!! Interessantíssimo esse post!! Sempre soube que é importante ter uma alimentação saudável, mas n sabia desses detalhes de ph sanguíneo. Seguindo essa tabela dá até pra equilibrar mais a alimentação, aí o corpo e a saúde agradecem, sei que isso n exclui a consulta ao médico. Vou me orientar mais pela tabela.
    Obg Bárbara e Tha!!
    Bjos! 😉

    1. Thaíssa Carvalho disse:

      Sim, claro. Cada corpo tem suas necessidades, por isso é legal adequar com um profissional. Que bom que gostou! Beijocas, Tha.

  6. Danielle Nascimento disse:

    Parabéns! Estou amando o seu blog. Desejo sucesso e espero te ver logo atuando. bjo

  7. Bruna Nunes Palarini disse:

    Gostei do Post de hoje :),tudo que queria saber e como é bom saber de certas coisas que faz mal,e é sempre bom e importante para nós termos uma boa alimentação saudável.Tenho uma dúvida,minha mãe sempre quando compra água ela me fala:Não pega água com gás. Por isso eu te pergunto água com gás faz mal,sei que faz mal por causa do gás mais fora isso tem mais algo que faz mal na água com gás?

  8. Bruna Nunes Palarini disse:

    Ah e eu também estou sabendo que agora suco de uva faz bem para pro nossos corpos ajuda limpar o sangue e ajuda a combater o colesterol ruim também,legal né agora estou tomando suco de uva também :)

  9. Patty Amaral disse:

    Adorei!
    Tento levar uma vida mais saudável e consegui tirar várias dúvidas lendo esse post.
    Beijos,
    Patty.

  10. Kathlyn Couto disse:

    Amei o post, com a tabela é ótimo pra ficarmos ligadas nos alimentos q devemos ingerir sempre! Adorei tirar muitas dúvidas!
    Beijos e sucesso sempre, Thaissa!

Deixe uma resposta para Thaíssa Carvalho Cancelar resposta