Receita do Papi

27 de julho de 2014

Dia frio, bate aquela preguiça, não é? Eu tenho sorte que tenho uma família linda e fofa. Postei no Instagram os bolinhos de chuva que meu papai fez para me mimar e fez muito sucesso. É uma receita bem simples e nada light kkkk mas domingo pode né?! Dia oficial da “gordice”.

___BOLINHO DE CHUVA DO PAPI___

IMG_0942

INGREDIENTES:

02 ovos

1/2 xícara de leite

1/2 xícara de farinha de trigo

01 colher de chá de fermento em pó

01 banana cortada em rodelas bem finas

Açúcar e canela para polvilhar no final.

Óleo para fritar

MODO DE PREPARO: Bater com um garfo os ovos, farinha, leite e fermento. O ponto da massa é meio viscoso, não pode ficar muito dura. Aquecer o óleo na frigideira (tem que deixar esquentar bem). Pegar uma quantidade com uma colher de sopa, colocar uma fatia de banana e colocar no óleo para fritar. Cozinha bem rápido, cuidado para não queimar. Ao final, passar os bolinhos na mistura de açúcar com canela (tipo rabanada).

DICA: A massa não precisa de açúcar já que vamos colocar no final, mas se você quiser dar um incrementada pode colocar um pouco de achocolatado (#segredodopapis).

Depois me contem o que acharam!

Bom apetite :)

Beijocas,

Thaíssa.

23

Detox: Corpo em Equilíbrio

23 de julho de 2014

detox1

Olá, fofuras! Tudo bem?

O post de hoje, preparado pela minha amiga nutricionista Bárbara Martins, é sobre alimentos ácidos e básicos e a importância de ter um PH (índice que mede a acidez, alcalinidade ou neutralidade) sanguíneo equilibrado. É a base das “dietas detox” que tanto ouvimos por aí. Uma dieta “detox” serve para restaurar o equilíbrio do organismo, através da eliminação de toxinas que vão se acumulando pela má alimentação, medicamentos, conservantes, entre outros.

Você pode manter equilibrado o PH sanguíneo com a alimentação adequada. Além do bom funcionamento das células, irá te ajudar emagrecer e desintoxicar.

O organismo funciona melhor em um pH levemente alcalino (entre 7,3 e 7,4). A base para esse objetivo é uma alimentação rica em frutas, verduras e hortaliças. A orientação é aumentar a quantidade de alimentos alcalinos e fazer as proporções corretas, pois os alimentos ácidos também devem estar presentes, mas em quantidades menores. A proporção sugerida é 70% alcalinos e 30% ácidos.

É muito importante ter uma alimentação que equilibre o pH sanguíneo. Manter o organismo levemente alcalino (entre 7,3 e 7,4) facilita as funções celulares. Nessa faixa, a absorção de nutrientes e a liberação de toxinas é mais eficiente (por isso os alimentos alcalinos são priorizados nas “dietas detox”). Essas toxinas aumentam a produção de células cancerígenas e têm relação com a osteoporose, pois, no meio ácido, o corpo não consegue absorver o cálcio para os ossos.

A longo prazo, o excesso de carga ácida no sangue contribui para desequilíbrios orgânicos como consequências, osteoporose (citada acima), úlceras, problemas de pele, dano cardiovascular, ganho excessivo de peso (desregulação do apetite, depósito de gorduras e redução da liberação do hormônio da saciedade.), exaustão. enxaqueca, caibras, perda de massa muscular, produção de radicais livres, retenção de líquidos, entre outros.

Em algumas situações, como estresse, envelhecimento, poluição e alimentação incorreta, é possível que a produção de ácidos aumente e coloque em risco o equilíbrio do pH sanguíneo (ácido). Nesses casos, o organismo ativa alguns mecanismos regulatórios, como por exemplo, o “sequestro” do cálcio dos ossos para a corrente sanguínea, com objetivo de alcalinizar nosso organismo. Assim, ocorre a diminuição da concentração de cálcio nos ossos, podendo levar a osteoporese.

Por exemplo, a Coca-Cola tem um pH entre o 2,0 e 3,0. Por isso, os efeitos de uma dieta constituída por carne, produtos lácteos, bebidas gaseificadas, álcool, etc., são os de provocar uma rápida utilização das nossas reservas alcalinas. Se o organismo está constantemente utilizando o cálcio para eliminar os ácidos que consumimos, então futuramente surgirão os sintomas da osteoporose (estudos científicos comprovam e associam o consumo de bebidas gaseificadas à ocorrência da osteoporose).

___EQUILIBRE SUA ALIMENTAÇÃO___

A proposta é aumentar o consumo de alimentos ricos em minerais alcalinos (magnésio, potássio, cálcio e sódio) como: óleo de peixe, chá verde, grãos integrais, vegetais e amêndoas, inhame, lentilha, melão, brócolis, repolho, maçã, mamão, frutas cítricas e secas, folhas verdes, legumes, raízes, azeite de oliva, milho verde, abobrinha, quiabo e chuchu cru e de bebidas saudáveis que não contenham cafeína ou açúcar, como suco de vegetal fresco, água de limão, chá de ervas, caldo de legumes, água, entre outros e evitar os alimentos ricos em ácidos como refrigerantes(incluindo água com gás e água tônica), café, chá-preto, açúcar, adoçantes, amendoim, grãos ricos em amido (trigo, massas), farinhas brancas, todos os produtos processados, lácteos e chocolate.

___pH DOS ALIMENTOS___

Alimentos ácidos:

pH 3 (muito ácido): Água com gás, refrigerante, energético, álcool, fritura, sal, açúcar refinado, enlatados e embutidos, cigarro, alimentos com gorduras, alimentos industrializados (diet e light também)
pH 4: Leite e derivados, carne de porco, chá preto, chocolate, adoçante.
pH 5: Carne vermelha, café, farinha branca, bolos, biscoitos, pizza
pH 6 (quase neutro): Ovo, peixe, frango, feijão, leite de soja, cereais integrais.
pH 7 (neutro): Água mineral

Alimentos alcalinos:

Frutas em geral, verduras, hortaliças, oleaginosas, azeite.

O pH de um alimento não está relacionado ao seu sabor, uma fruta ácida como o abacaxi ou limão por exemplo, pode ajudar o organismo a liberar componentes alcalinos.

Achei essa tabela em inglês, mas dá para compreender pelos desenhos um pouco mais.

PH

Espero que tenham gostado. Para sugestões, só escrever no FALE COMIGO.

barbaramartins_assinatura

Facebook Page: BM Nutri

Para maiores informações, procure um nutricionista. Um profissional vai adequar a dieta as suas necessidades.

Beijocas,

Thaíssa & Bárbara.

18

Feliz Dia do Amigo

20 de julho de 2014

Oi, Fofuras! Tudo bem?

Hoje é o Dia do Amigo e eu não poderia deixar de agradecer o carinho que recebo de vocês nos comentários e via Fale Comigo. Fico feliz que o intuito do meu Blog, de estar próxima a vocês e levar energia positiva, esteja se cumprindo. Tenho construído amizades especiais por aqui. Muito obrigada pela confiança.

Um lindo domingo para todos vocês!

Feliz nosso dia! :)

Amo vocês!

IMG_5903

 

Beijocas,

Thaíssa.

16

Receitas da Tha

16 de julho de 2014

Oi, fofuras!

Depois que publiquei minha primeira Receita da Tha, recebi muitos pedidos para postar mais receitas. Sou adepta de comidas saborosas, leves e fáceis de fazer. Evito pratos complicados e acho que isso agradou né?! rs

panqueca de wrap

Sabe aquela massa de WRAP que vende em pacote no setor de pães do supermercado? Ela mesma! 😉

Vamos à receita:

Ingredientes para massa:

01 pacote de wrap light com 10 unidades :) Fácil, né?

Ingredientes para o recheio:

Vou dar a receita de um recheio de peito de frango, mas você pode fazer com qualquer recheio (ricota com espinafre, carne moída, entre outros).

01 pacote de peito de frango desfiado ou 1 peito de frango desfiado;

02 tomates pequenos maduros;

05 colheres de sopa de massa de tomate;

02 dentes de alho amassados;

1/2 cebola picada;

1/2 lata de milho verde;

Salsa e cebolinha a gosto;

Sal a gosto (atenção que o frango desfiado em pacote pode vir temperado)

Azeite de Oliva para refogar

Modo de fazer: Em uma panela refogue o alho e a cebola no azeite. Deixe dourar. Acrescente os tomates, salsa e cebolinha e um pouco de água (bem pouco, medir um dedo no copo) e deixe os tomates desmancharem. Acrescente o peito de frango desfiado, a massa de tomate e o milho verde. Está pronto.

Ingredientes para o molho de tomate:

Essa receita é a minha curinga. Uso em massas, para cobrir as panquecas, em tudo.

04 tomates grandes picados;

1/2 cebola grande picada;

03 dentes de alho;

05 colheres de sopa cheia de massa de tomate;

Salsa e cebolinha a gosto;

Azeitonas picadas;

1 pitada de açúcar (para diminuir a acidez do molho);

Sal a gosto (eu substituo por 01 tablete de caldo de carne ou galinha, não é a opção mais saudável por conta do sódio);

Azeite para refogar

Modo de fazer:  Em uma panela refogue o alho e a cebola no azeite. Deixe dourar. Acrescente os tomates, salsa e cebolinha e meio copo de água. Cozinhe até desmancharem os tomates.  Colocar sal ou tablete de caldo de carne ou galinha. Acrescentar a massa de tomate e a pitada de açúcar. Por último acrescentar as azeitonas.

Agora é só rechear os  WRAPS, arrumar em uma travessa e colocar o molho por cima. Se quiser acrescentar queijo ralado, fique à vontade. Agrega calorias mas não tem como comer massa sem, né?! :) Levar ao forno por uns 10 minutos. Não precisa muito tempo. Eu sou daquelas que vai no “olhômetro”: vejo se a massa dourou mais, está com cara de panqueca (o wrap cozido com molho fica mais molinho) e se o queijo está derretido.

Bom apetite!

Beijocas,

Thaíssa.

19

Gypsy Style

14 de julho de 2014

Eu tenho fases de estilo. Não sei se acontece o mesmo com vocês. Quando eu cismo com algum e me encanto, quero comprar tudo que combina e tal. Minha cisma do momento é o Gypsy Style ou Estilo Cigano. Tenho seguido alguns perfis na internet e estou completamente apaixonada. O estilo está voltando com tudo também e já está “bombando” no verão europeu.

Adquiri várias peças legais na Feira de BH. Já estou investindo para o nosso verão, que em breve estará nas araras 😉 #thataantenada

Como diz a minha sábia mamãe: “- A moda vai e volta.”

E ela ainda completa a frase sempre com “- Eu usei isso tudo aí!”

Aí eu me pergunto: “- Por que não guardou suas coisas Mamis ???!!!!!! Ia gastar bem menos! ” kkkk

gypsy

A moda sempre se inspirou em movimentos históricos e culturais para produzir estilo e tendências. E o Gypsy se inclui nisso. O povo cigano é nômade e isso gera uma dificuldade geográfica de dizer a origem. Cada clã cigano possui as suas tradições, porém as cores vibrantes e acessórios de metais com pedras e medalhas estão presentes em todos, assim como lenços coloridos, bordados e aplicações. Um estilo que também agrega uma aura de mistério e misticismo que eu gosto muito. Os ciganos são misteriosos. Eu acredito que nesse mundo existe algo além do que os nossos olhos alcançam.

IMG_3034Instagram: @gypsylovinlight

IMG_8724Instagram: @gypsylovinlight

gipsy-emilio-pucci1

gypsy1

gypsypassarela1

IMG_9918Instagram: @gypsylovinlight

Nas minhas pesquisas na internet, li sobre o NEW GYPSY, uma adaptação do estilo cigano com outros estilos referências dos anos 70 como FOLK e BOHO. Seria uma releitura chique da moda hippie. Os elementos se misturam e podemos acrescentar franjas, dip e tie dye (tingimentos), estampas étnicas e florais, além de colocar partes do corpo à mostra como ombros, barriga e pernas.

gypsystyle2

IMG_0612

IMG_0613

IMG_6981Instagram: @gypsylovinlight

IMG_8944Instagram: @gypsylovinlight

IMG_8543Instagram:@gypsylovinlight

Vanessa Hudgens é sem dúvidas uma das maiores musas do New Gypsy. Ela sabe fazer bem essa mescla de estilos e produzir looks atuais. Volta e meia é fotografada desfilando com franjas, estampas, vestidos e saias longas e todas as referências já citadas. Fica a inspiração.

montagem vanessa1

Eu já comecei a usar meus acessórios, misturando estilos! Vou montar depois um “Look da Tha” mais Gypsy para vocês. Achei bacana postar esse look para mostrar outras opções mais fáceis e menos óbvias.

IMG_6530

Por fim, momento #viagemdatha: cantarolei  Shakira todas as vezes que li ou escrevi a palavra GYPSY. Se acontecer com vocês, por favor, me avisem!

“Cause I´m gypsy are you coming with me? … ” (continuo cantando, o que faço?)

Aliás, Shak também usa muitas referências Gypsy nos figurinos dos shows.

Quem viu a entrevista dela no Fantástico ontem? Existe pessoa mais talentosa e fofa? #Iloveshak

 E aí, curtiram o post? Comentem aí.

Beijocas,

Thaíssa.

21